Política

Deputado do Acre repudia animação com participação de Pabllo Vittar e Netflix responde

 

Com o título “repúdio a desenho animado de conotação sexual”, o texto do parlamentar diz: “Estamos presenciando mais um ataque às nossas crianças: o lançamento de um desenho animado adulto chamado ‘Super Drags’, da Netflix. O desenho, que nos parece uma paródia de ‘As Meninas Superpoderosas’, este, sim, um desenho infantil, retrata a vida de homens que se vestem de mulher para ‘salvar o mundo’ (…) A lei brasileira determina que é tarefa da família a formação moral de crianças e adolescentes (…). Essa formação tem reflexos imediatos no comportamento de crianças e adolescentes. (…) O que estamos vivenciando e confrontando no Congresso são tentativas sórdidas de influenciar sexualmente nossas crianças”.

A animação tem classificação indicativa de 16 anos. No primeiro dos cinco episódios, Lady Elza, a vilã do desenho animado, trama um atentado ao público do show da cantora Goldiva, que tem voz de Pabllo Vittar. A artista também assina a música de abertura, cujo videoclipe será lançado em breve.

O roteiro da atração teve consultoria da drag queen Suzy Brasil e seus autores se inspiraram na pioneira Silvetty Montilla, uma das vozes da série.

Na sexta (2), a Frente Parlamentar em Defesa da Vida e da Família se manifestou contra “Super Drags”. O deputado federal Diego Garcia (Podemos), que tem base eleitoral no Paraná e preside a frente na Câmara dos Deputados, assinou nota com Alan Rick.

No documento, os deputados pedem o aumento da classificação indicativa da animação. Alegam estar “claro” que a série apresenta “situações sexuais complexas/de forte impacto: sexo com incesto, sexo grupal, fetiches violentos e pornografia em geral”.

Procurada, a Netflix disse que “oferece uma grande variedade de conteúdos para todos os gostos e preferências. ‘Super Drags’ é uma série de animação para uma audiência adulta e não estará disponível na plataforma infantil. A seção dedicada às crianças, combinada com o recurso de controlar o acesso aos nossos títulos, faz com que pais confiem em nosso serviço como um espaço seguro e apropriado para os seus filhos. As crianças podem acessar apenas o nosso catálogo infantil, e colocamos o controle nas mãos dos pais sobre quando e a que tipo de conteúdo seus filhos podem assistir”.

Nos comentários da publicação do deputado federal em sua rede social, boa parte do usuários também reclama da iniciativa.

“Como o senhor mesmo afirmou, é um desenho animado para adultos, logo não assista nem mostre aos seus filhos. Deixe para as pessoas de mente aberta e adultas assistirem”, afirma um deles.

“14 anos é maduro o suficiente pra responder criminalmente como adulto, mas para assistir um desenho de superheroínas drag só depois dos 18 anos”, comenta outro.

Fonte: folha do acre

Follow Us

Subscribe Our Newsletter

Amazing Deals, Updates & Freebies In Your Inbox

Notícias mais lidas

Why Gap is investing in life education
logo

Download Newskit App

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and
typesetting industry.

banner
© 2018 Nativus24horas. Todos os direitos reservados.Diretor Responsável - Lelande Holanda / Email: nativuslive@gmail.com / Fone: (68) 99983-0387 / Nativus

Search