Esporte

Alain Prost afirma que Lewis Hamilton foi "quase perfeito" na temporada 2018 da Fórmula 1

 

Tetracampeão mundial de Fórmula 1 (1985, 1986, 1989, 1993), o francês Alain Prost, de 63 anos, fez uma análise sobre a temporada 2018 do piloto Lewis Hamilton, que se tornou vencedor por antecipação ao terminar na quarta colocação no GP do México. A conquista levou o britânico ao seu quinto título na categoria, superando o próprio Prost e o alemão Sebastian Vettel e igualando o argentino Juan Manuel Fangio. Agora, dois canecos o separam do recordista, o alemão Michael Schumacher. Para o ex-piloto, Hamilton foi quase perfeito esse ano.

- Essa talvez tenha sido uma de suas melhores temporadas, porque a competição foi do início ao fim. O que você pede de um piloto e de seu time, para ser campeão nessa situação, é um misto de estabilidade, consistência, não tentar pegar pontos estúpidos quando você não pode porque você precisa saber aceitar, às vezes, terminar em segundo, terceiro ou quarto. Em alguns momentos, você realmente precisa se preocupar em pegar a pole, como em Cingapura, e ele estava lá. Ele teve sorte em alguns momentos, porque foi uma longa temporada - falou ao "AutoSport".

Alain Prost fez seu parecer sobre a temporada de Hamilton — Foto: Getty Images

Para Prost, o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, vice-líder na tabela de classificação da Fórmula 1 e principal concorrente de Hamilton na temporada, cometeu alguns erros. Hamilton, segundo ele, se mostrou confiante, motivado e aproveitou essas brechas do rival. A

- A Ferrari cometeu muitos erros, e Sebastian, se você pensar em Baku, Alemanha, China... E então o que você faz? Você põe mais pressão neles? É por isso que a temporada foi tão bem controlada por Lewis e seu time.O francês disse ainda que, "se você é Sebastian Vettel ou Lewis Hamilton, não pode ter problemas de motivação, porque os dois tinham quatro títulos, e eles sabiam que a luta seria entre eles, um deles seria o primeiro a chegar a cinco".

- Depois disso, é pessoal. O alvo é ser heptacampeão? Eu acho que o alvo é ser campeão do mundo de novo, e vamos ver o que ocorre ano que vem. É seu primeiro passo, uma decisão pessoal. Quando você está com cinco, você pensa no sexto, não no sétimo ou oitavo.

Para fechar, o ex-piloto francês disse ainda ser difícil comparar Hamilton com campeões do passado.

- É sempre difícil comparar gerações, porque eu acho que é muito complicado ser um multicampeão em um período, especialmente quando o nível de performance dos times era de altos e baixos às vezes, e a confiança era um grande problema. Hoje é diferente, mas não tira o mérito. Lewis é certamente um dos melhores, se não o melhor de sua geração. É difícil ser campeão todo ano ou quase todo ano - concluiu.

Fonte:G1

Follow Us

Subscribe Our Newsletter

Amazing Deals, Updates & Freebies In Your Inbox

Notícias mais lidas

Why Gap is investing in life education
logo

Download Newskit App

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and
typesetting industry.

banner
© 2018 Nativus24horas. Todos os direitos reservados.Diretor Responsável - Lelande Holanda / Email: nativuslive@gmail.com / Fone: (68) 99983-0387 / Nativus

Search