SJ News - шаблон joomla Авто

Tiago Gomes recebeu alta após uma semana internado em hospital. 
Antes do acidente, rapaz tinha investido R$ 20 mil em modificações no carro.

Do G1 AC
Ao lado de carro destruído, o jovem Tiago diz que não acredita ter sobrevivido após acidente grave (Foto: Felício Santiago/Arquivo Pessoal)Ao lado de carro destruído, o jovem Tiago diz que não acredita ter sobrevivido após acidente grave (Foto: Felício Santiago/Arquivo Pessoal)

Quase dez diz após sobreviver a um grave acidente, próximo ao campus da Universidade Federal do Acre (Ufac), o motorista Tiago Silva, de 21 anos, foi ver de perto o estado em que o carro dele ficou. A colisão envolveu outros três veículos no último sábado (19). Tiago estava sem o cinto de segurança e ficou preso às ferragens. Ele teve o pulmão perfurado e deslocou os fêmures.

Impressionado com os ferros retorcidos, Tiago lembra que havia investido R$ 20 mil em modificações no veículo, modelo Gol, pois era um item de colecionador. Ele lembra ainda que o carro raramente era usado, a não ser em exposições automotivas.

"Foi perda total no carro. A ficha ainda não caiu, é uma coisa impressionante. Acho que nasci de novo naquele dia, foi um milagre", destaca.

Dentro do veículo também estavam o pai de Tiago e um amigo para quem dava uma carona até o bairro Calafate, em Rio Branco.

"Acordei meu pai e o amigo e perguntei se estava tudo bem. O amigo que estava atrás quebrou as pernas e os dois braços. Meu pulmão perfurou e desloquei os dois fêmures. Na hora eu cuspi muito sangue, estava me engasgando. Acho que a ajuda não tivesse chegado tão rápido, não teria sobrevivido", disse. 

Segundo ele, um outro veículo, que estava em alta velocidade, entrou em sua pista na contramão para fazer uma ultrapassagem e os dois carros bateram de frente.

"O outro carro estava cortando tudo a uma velocidade de ao menos 140 km/h, eu estava a 40 km/h. Após bater de frente com a gente, um outro carro que estava atrás bateu na minha traseira e capotei e bati em outro veículo", lembra.

Após o impacto, Tiago só lembra de ter acordado preso às ferragens. O jovem conta que tudo aconteceu muito rápido, por isso, ele e o amigo não tiveram tempo para colocar o cinto de segurança, somente o pai usava o equipamento.

"Quando acordei lembrei que tinha abastecido o carro, havia mais de 30 litros de combustível no tanque. Vi uma fumaça, o motor estava pegando fogo e pensei que morreria naquele momento. Ainda não acredito no que aconteceu, achei que não sobreviveria", finaliza.

Sobrevivente havia investido em R$ 20 mil em carro que era usado em exposições (Foto: Felício Santiago/Arquivo Pessoa)Sobrevivente havia investido R$ 20 mil em carro que era usado em exposições (Foto: Felício Santiago/Arquivo Pessoa)

Página da Nativus no Facebook

Who's Online

Temos 103 visitantes e Nenhum membro online

Template Settings

Color

For each color, the params below will be given default values
Blue Oranges Red

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Spotlight3

Background Color

Spotlight4

Background Color

Spotlight5

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction