SJ News - шаблон joomla Авто

Uma denúncia do vereador Roberto Duarte a respeito de um suposto ato de improbidade administrativa e/ou supostas irregularidades cometidas pela Prefeitura Municipal de Rio Branco na isenção de Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza – ISSQN para as empresas de ônibus urbano vai ser investigada pelo Ministério Público do Estado do Acre (MPAC).

O caso foi autuado como: “apuração de possível cometimento de improbidade administrativa pelo Prefeito do Município de Rio Branco/AC, quanto à isenção condicionada do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza – ISSQN”.

Segundo consta na Portaria Nº 0012/2017/PPATRIMPU os fatos foram encaminhados à Procuradoria-Geral de Justiça pelo vereador. Após análise das peças, os autos foram encaminhados para a 1ª Promotoria de Justiça Especializada de Defesa do Patrimônio Público e Fiscalização das Fundações e Entidades de Interesse Social.

Na denúncia é informado que a prefeitura de Rio Branco concedeu isenção ISSQN e Taxa de Outorga às empresas de transporte coletivo (ônibus) em 2013 para o período de 2013-2014, mas não teria feito a correspondente previsão de renúncia de receitas na elaboração da lei orçamentária de 2013 para o período dos incentivos fiscais.

O ofício de Roberto Duarte revela ainda não ter havido previsão de renúncia de receitas na lei orçamentária de 2014 – LDO 2014. Além disso, a prefeitura concedeu isenção do ISSQN e Taxa de Outorga às referidas empresas de transporte coletivo (ônibus) para o período de 2015-2016, com os mesmos erros anteriores. Estes procedimentos, em teses, seriam contrários ao que consta na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF, artigo 14).

Como o caso apurado não pode ser solvido no prazo inicial e dada a necessidade de maiores apurações, o MPAC converteu a notícia de fato inicial em procedimento preparatório para apurar os fatos. Contudo, a investigação não implica em culpa, pois ao final pode ser promovida uma ação, medida administrativa ou até mesmo o arquivamento dos autos.

Uma denúncia do vereador Roberto Duarte a respeito de um suposto ato de improbidade administrativa e/ou supostas irregularidades cometidas pela Prefeitura Municipal de Rio Branco na isenção de Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza – ISSQN para as empresas de ônibus urbano vai ser investigada pelo Ministério Público do Estado do Acre (MPAC).

O caso foi autuado como: “apuração de possível cometimento de improbidade administrativa pelo Prefeito do Município de Rio Branco/AC, quanto à isenção condicionada do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza – ISSQN”.

Segundo consta na Portaria Nº 0012/2017/PPATRIMPU os fatos foram encaminhados à Procuradoria-Geral de Justiça pelo vereador. Após análise das peças, os autos foram encaminhados para a 1ª Promotoria de Justiça Especializada de Defesa do Patrimônio Público e Fiscalização das Fundações e Entidades de Interesse Social.

Na denúncia é informado que a prefeitura de Rio Branco concedeu isenção ISSQN e Taxa de Outorga às empresas de transporte coletivo (ônibus) em 2013 para o período de 2013-2014, mas não teria feito a correspondente previsão de renúncia de receitas na elaboração da lei orçamentária de 2013 para o período dos incentivos fiscais.

O ofício de Roberto Duarte revela ainda não ter havido previsão de renúncia de receitas na lei orçamentária de 2014 – LDO 2014. Além disso, a prefeitura concedeu isenção do ISSQN e Taxa de Outorga às referidas empresas de transporte coletivo (ônibus) para o período de 2015-2016, com os mesmos erros anteriores. Estes procedimentos, em teses, seriam contrários ao que consta na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF, artigo 14).

Como o caso apurado não pode ser solvido no prazo inicial e dada a necessidade de maiores apurações, o MPAC converteu a notícia de fato inicial em procedimento preparatório para apurar os fatos. Contudo, a investigação não implica em culpa, pois ao final pode ser promovida uma ação, medida administrativa ou até mesmo o arquivamento dos autos.

Página da Nativus no Facebook

Who's Online

Temos 48 visitantes e Nenhum membro online

Template Settings

Color

For each color, the params below will be given default values
Blue Oranges Red

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Spotlight3

Background Color

Spotlight4

Background Color

Spotlight5

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction